Logo We Love Beer
7 maneiras de participar da internet cervejeira

7 maneiras de participar da internet cervejeira

Neste mês, no dia 17 de maio, foi comemorado o Dia Mundial da Internet. A data foi instituída em 2005 pelas Nações Unidas (ONU) para promover a inclusão digital e lembrar as conquistas e desenvolvimentos tecnológicos do setor.

Antes disso, essa era a data do Dia Internacional de Telecomunicações, pois foi nesse dia, em 1865, que 20 países se reuniram para discutir o crescimento do telégrafo e buscar acordos para expandir as redes e formar uma conexão internacional. Era o início da União Internacional de Telecomunicações (UIT) e da primeira iniciativa de uma rede mundial de comunicação.

Faz sentido, não é?

Porém, o que isso tem a ver com cerveja? Mais do que nos tradicionais veículos de comunicação de massa, como rádio, televisão e jornal, é pela internet que a comunicação sobre cervejas acontece em sua maioria. E para promover a inclusão nessa internet cervejeira, selecionamos alguns links para você explorar, aprender e se informar sobre nossa querida bebida. Vamos lá?

Blogs

Como falamos no texto do jornalismo cervejeiro, os blogs são o principal meio de difusão da cultura cervejeira hoje no Brasil. Por meio deles, o público se informa das novidades ou lê avalições sobre cervejas e outros conteúdos legais sobre o assunto. Entre os principais do país estão All Beers, Maria Cevada e BarDoCelso.com.

Sites

Há muitos sites que falam de cerveja também. Têm normalmente uma estrutura mais robusta e promovem conteúdos de inúmeras formas. Nos Estados Unidos, o RateBeer é um site de avaliação de cervejas onde quem se cadastra pode opinar sobre diversos rótulos e dar suas notas. O Beer Advocate segue o mesmo princípio, porém é mais antigo. Ambos trazem também uma espécie de glossário cervejeiro com os principais termos utilizados no meio e suas traduções. Aqui no Brasil, quem faz esse papel é o site Brejas.

Outro tipo de site também bastante útil é os de conteúdo, como de algumas revistas e instituições que promovem a cerveja. O CraftBeer.com, por exemplo, pertence à Brewers Association (BA), associação norte-americana dos cervejeiros. Vale também uma consulta aos domínios das revistas All About Beer e Draft Magazine.

Fóruns

Os fóruns já foram muito populares na internet. São espaços na internet dedicados ao debate de ideias, a tirar dúvidas ou à construção do conhecimento coletivo sobre um determinado assunto. Na cerveja não é diferente. O Homebrew Talk é o maior do mundo voltado para quem produz cerveja em casa e tem uma versão nacional, o Homebrew Talk Brasil.

Instagram

Entre as redes sociais, o Instagram se mostra a mais interessante para os amantes de cerveja. Diversos perfis falam de forma leve e divertida, atrativa e visual, com dezenas ou centenas de milhares de seguidores. Tente o @breja_do_dia e @cerveja_o_liquido_sagrado.

Grupos no Facebook

Para quem gosta de interatividade, uma boa dica também é consultar os grupos do Facebook sobre cervejas. Há sempre muitas dicas, discussões e debates, além de notícias e outros conteúdos bem interessantes. Um dos maiores é o Novidades Cervejeiras, mas também há outros como Cerveja Artesanal São Paulo e até o Bier-conomia, onde os usuários postam promoções de cerveja.

Cursos online

Internet também é educação. Há vários cursos, alguns pagos e outros gratuitos, sobre cerveja. O Siebel Institute é um dos mais reconhecidos do mundo com vários cursos na arte de fazer cerveja, para produtores amadores e profissionais. Para quem quer algo mais geral, o CraftBeer.com oferece o Beer 101, um curso para iniciantes a um preço super acessível, e o Beer & Food, voltado para harmonização de cervejas.

Mídias de marcas

Uma das belezas da internet é que todos podemos produzir e transmitir conteúdo. Marcas de cerveja também. A HEINEKEN Brasil entende a importância disso e mantém no seu site uma seção inteiramente dedicada à cerveja, a We Love Beer, na qual você se encontra agora.

Compartilhe