Logo We Love Beer
Curiosidades
Bartender paulista vai representar o Brasil em concurso de chope da Heineken

Bartender paulista vai representar o Brasil em concurso de chope da Heineken

O Heineken Global Bartender 2016 vai contar com a presença da paulista Janne Righetto Castro, grande campeã da etapa nacional do concurso, que ocorreu no dia 27 de janeiro, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. O concurso é mundial e elege anualmente o profissional que sabe tirar com perfeição o chope Heineken®Este ano, mais de 20 países estarão representados na grande final, que ocorre no dia 19 de abril, em Amsterdã, na Holanda.

Os seis candidatos vencedores das etapas regionais estiveram na final nacional brasileira. Eles foram avaliados por jurados especialistas com base no “Star Serve”, o conjunto de cinco passos que um profissional precisa seguir para tirar o chope Heineken® perfeito. Além da técnica e maestria em tirar chope, os juízes ainda levaram em consideração a simpatia do candidato durante a performance.

A última etapa brasileira foi disputada e animada, com muita torcida – inclusive entre os colegas em disputa. Além de Janne, o evento contou com fortes competidores muito preparados: Rebeka Stefano Manente (O´Malley´s Bar – São Paulo); Daniel de Oliveira Dantas (Vikings – Rio de Janeiro); Edipo Mesquista Ortega (Txapela – Curitiba); Nauro Leandro Jobim da Silva (Joe & Leos - Porto Alegre); Simone Miranda Silva (Los Mariachis Mexican bar – Belo Horizonte); e Marcelo Barreto Junior (Sherlock´s Pub – Fortaleza).

A bartender Janne Castro conta que acabou entrando na competição regional na última hora, substituindo uma colega do Blue Pub, onde trabalha. “Eu já tirava o chope Heineken há oito anos, mas precisei aperfeiçoar ainda mais o processo para a final”, analisa.

A experiência da bartender vem de longa data. “Comecei a trabalhar como bartender quando fiz intercâmbio nos Estados Unidos em 2004. Quando voltei para o Brasil, trabalhei em outros bares e entrei no Blue Pub como garçonete em janeiro de 2008. Hoje, além de bartender, sou gerente e resolvi adotar a profissão porque gosto muito de atender os clientes”, conta. Janne também enfatiza que, mesmo sendo formada em Comércio Exterior, não pensa em trocar de profissão.

Como todos os competidores, Janne desejava o prêmio, mas não imaginava que ganharia. Mas como conseguiu aliviar a pressão da grande final? Pensando que estava atrás do balcão do Blue Pub “atendendo a um cliente com simpatia e tirando o chope perfeito”.

A preparação para a final já está encaminhada. Logo após vencer a final nacional, a campeã marcou um treinamento com o Draught Master da Heineken, Laurens Raven, que deu dicas importantes. Em 2015, o “Heineken Global Bartender Finals” reuniu em Amsterdã 18 participantes e é conhecido pelo alto nível técnico dos competidores que se diferenciam por mínimas vantagens. Um bom presságio para a brasileira é que ano passado outra mulher foi a campeã mundial: a russa Olga Lisovaia.

Se Janne pode dar uma dica especial para que o público também saiba tirar o “chope perfeito” é ter amor ao que se faz e saber regular a temperatura da chopeira para deixar o chope na temperatura certa. E, claro, seguir os cinco passos do Star Serve:

1. Enxágue correto do copo (com água fria e fresca) para deixá-lo limpo e gelado. Recomenda-se segurar o copo pela base (para mantê-lo frio e higienizado) e também nunca secá-lo com pano para evitar fibras no copo;

2. Tirar o chope com o copo inclinado a 45º para obter o colarinho ideal. O bartender deve também abrir a torneira em um único e suave movimento segurando o copo em um ângulo de 45º para que as marcas da elipse fiquem na horizontal. Ir deixando o copo lentamente na vertical e, então, feche a torneira. Por razões de higiene, a torneira nunca deve encostar na bebida;

3. O corte tira o excesso de colarinho a um ângulo de 45º para selar. Deve-se sempre usar uma espátula para remover o excesso do colarinho começando a partir do momento que o chope escorrer. A espátula deve ser mantida em água limpa e a água trocada regularmente;

4. A checagem confere se a base do colarinho está alinhada ao “ombro” da estrela. Há que se deixar o chope descansar enquanto o colarinho sobe gentilmente ao topo do copo. Para um colarinho perfeito, a medida são dois dedos ou aproximadamente 3 cm;

5. A apresentação finaliza o ritual com o serviço sendo feito sempre com a bolacha de chope Heineken e a logomarca voltada para o cliente. O bartender segura o copo pela base (por questões higiênicas) e o serve com a logomarca virada para o cliente olhando em seus olhos e sorrindo.

Compartilhe