Logo We Love Beer
Curiosidades
Ciência: 10 benefícios da cerveja para o corpo humano

Ciência: 10 benefícios da cerveja para o corpo humano

O corpo humano às vezes é muito sensível. Precisamos estar sempre atentos, cuidando da nossa saúde constantemente. Uma das principais atitudes para se tomar em prol do nosso bem-estar é adotar hábitos saudáveis, se alimentando adequadamente, fazendo exercícios físicos e tomando cerveja. Sim! Cerveja também. Por que não?

É certo que a cerveja deixou de ser um vilão da saúde há tempos e existem inúmeras pesquisas científicas que comprovam isso. No entanto, em todas elas, os especialistas alertam que o consumo deve ser feito de maneira moderada e responsável. Para mostrar que a cerveja é uma aliada da vida saudável elaboramos uma lista com 10 desses estudos. Confira:

Saúde do coração: Uma pesquisa de Ramón Estruch, do Hospital Clínico de Barcelona, revela que consumir cerveja moderadamente ajuda a prevenir acidentes cardiovasculares, pois tem componentes que agem como antioxidantes e anti-inflamatórios das artérias. Dessa forma ela ajuda a melhorar a pressão arterial, baixar o colesterol ruim (LDL) e aumentar o bom colesterol (HDL). Contudo, os benefícios só aparecem se o apreciador da bebida mantiver uma alimentação saudável.

Envelhecimento: Pesquisa feita por Priscila Becker Siqueira, formada em mestrado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), revela que os compostos fenólicos antioxidantes da cerveja podem ajudar a retardar o envelhecimento celular e a prevenir doenças cardíacas e males neurodegenerativos. Esse estudo apontou, contudo, que esses benefícios podem ser melhor aproveitados se a cerveja for consumida dentro de um prazo de 15 dias da sua data de fabricação.

Ossos mais fortes: Estudo realizado pela Universidade de Tufts revelou que pessoas que bebiam um ou dois copos de cerveja por dia apresentavam maior densidade óssea. A pesquisa mostrou, porém, que um consumo superior a isso aumenta as chances de fraturas. Existe ainda outra teoria, dessa vez da Universidade de Cambridge. Os estudiosos de lá revelaram que a cerveja possui propriedades capazes de evitar a osteoporose nas mulheres. Isso porque, segundo o estudo, a bebida é fonte de ácido ortosilicico, responsável por favorecer o desenvolvimento dos ossos.

Rins em bom funcionamento: Tomar uma garrafa de cerveja por dia pode reduzir as chances de ter cálculos renais em 40%. Pelo menos é o que diz um estudo feito na Filadélfia. Segundo a teoria, a alta quantidade de água presente na cerveja é capaz de ajudar no trabalho dos rins. O estudo também destaca que o lúpulo pode evitar que pedras nos rins se formem.

Saúde do cérebro: A cerveja também pode ser aliada na prevenção do Acidente Vascular Cerebral, conhecido popularmente como derrame. A constatação aconteceu em 2014, após o VII Congresso Europeu sobre Cerveja e Saúde. Os cientistas afirmaram que se consumida de maneira moderada, combinando com uma dieta saudável, a cerveja pode prevenir o AVC. A tese se justifica pelo fato dos polifenóis estarem presente na cerveja. Esses compostos possuem propriedades antioxidantes. Segundo os pesquisadores, a bebida possui cerca de 50 variações de polifenóis.

Estresse: A cerveja também pode ser aliada ao nosso relaxamento. Segundo uma pesquisa realizada pela Clínica Mayo (EUA), beber cerveja de maneira moderada pode auxiliar a diminuição do estresse e ansiedade. A recomendação diária é de 2 copos de 355ml para os cervejeiros e 1 copo para as cervejeiras. Existe ainda outro estudo da Universidade de Montreal que afirma a mesma teoria. Os pesquisadores recomendam dois copos por dia.

Alzheimer: Tomar cerveja pode prevenir o desenvolvimento de Alzheimer. Quem afirmou isso foram cientistas americanos da Universidade de Loyola, em Chicago. O estudo contou com a participação de voluntários e concluiu que os cervejeiros que escolhem a cerveja como sua bebida predileta e que bebem de maneira moderada, podem reduzir até 23% as chances de contrair a doença de Alzheimer.

Proteção nos Olhos: O consumo moderado de cervejas pode ser benéfico também para nossa visão. Os responsáveis por essa constatação são cientistas americanos e canadenses que apresentaram a tese no Congresso Internacional de Química das Sociedades do Pacífico. Eles defendem que as cervejas escuras, como as do estilo Stout, têm poder de prevenir em até 5% o desenvolvimento da doença aterosclerose e cataratas, principalmente quando o caso for com diabéticos. Os estudiosos descobriram este poder nos antioxidantes que fazem parte da cerveja. Essas substâncias benéficas são capazes de proteger a mitocôndria celular.

Hidratação do corpo: Segundo um estudo apresentado no VI Simpósio Europeu de Cerveja e Saúde, beber cerveja após a prática de exercício físico pode ajudar a hidratar o corpo. A teoria é do pesquisador Manual Castillo da Universidade de Córdoba. O estudioso afirmou que a cerveja irá agir em nosso organismo da mesma maneira que a água. No entanto, ele destaca que deve ser algo bem moderado e não pode existir nenhuma contraindicação médica específica.

Sistema Imunológico: Pensa em fortificar o sistema imunológico? Beber cerveja com moderação pode ser uma boa para atingir seu objetivo. Um estudo publicado na revista Annals of Nutrition and Metabolism comprovou que isso é possível. Os pesquisadores descobriram que quando as mulheres consomem uma latinha de cerveja diariamente e os homens duas, aumentarão o número de células de defesa pertencentes ao sistema imune. O resultado disso para o nosso corpo são anticorpos trabalhando em prol da nossa saúde, resistindo a infecções e outras complicações.

Compartilhe