Logo We Love Beer
Curiosidades
Dia dos Professores: Descubra a verdade por trás de mitos sobre cerveja

Dia dos Professores: Descubra a verdade por trás de mitos sobre cerveja

O Dia dos Professores é comemorado sempre no dia 15 de outubro. Por isso conversamos com alguns professores especializados em cerveja para esclarecerem alguns mitos que se propagaram no decorrer dos anos sobre a bebida. Vamos descobrir o que eles têm para en-sinar hoje. Peguem o caderno e tomem nota disso:

Professor Daniel Wolff: Muitos acreditam que cerveja em lata é pior do que em garrafa. No entanto, o sommelier de cervejas, professor e proprietário da franquia Mestre-Cervejeiro.com Daniel Wolff desmente isso. “Geralmente, a lata costuma manter a cerveja fresca, conservando aromas e sabores por um período de tempo maior. Isso porque, como o material é opaco, o líquido não sofre com a exposição ao sol”, explica. Portanto, pode apro-veitar sua latinha sem medo, a cerveja é a mesma.

Professor Henrique Cruz: É comum ouvir por aí que quanto mais escura a cerveja mais alcoó-lica será. Acontece que não é bem assim e o cervejeiro caseiro, juiz de cervejas e professor do curso de Sommelier de Cervejas da Universidade Positivo Henrique Cruz esclarece o mito. “As cervejas escuras podem ser mais alcoólicas, porém não existe uma regra em que relacio-ne a cor da bebida e o teor alcoólico. Quanto mais maltada for uma cerveja, mais açúcar ela terá, o que por consequência mais álcool ela poderá atingir, pois terá em sua receita base uma quantidade de açúcar fermentável maior. A cerveja fica escura pela torrefação (cor) do grão e não por causa da quantidade de grãos utilizados. Se você usar malte pilsen (que é de coloração clara) a cerveja nunca ficará escura e você poderá atingir facilmente 8% de teor alcoólico”, pontua.

Professora Kathia Zanatta: O mito de que toda cerveja deve estar estupidamente gelada cai por terra com a explicação da professora do Instituto da Cerveja, sommelier de cervejas e mestre em estilos Kathia Zanatta. A profissional explica que alguns estilos realmente pedem temperatura mais baixas de serviço, mas nem todos. “A gente recomenda o mínimo de 2 graus para que possa perceber o aroma, sabor e as características sensoriais da cerveja. Po-rém, quanto mais complexa, alcoólica e intensa for a cerveja, mais elevada deve ser a tempe-ratura de consumo, para poder apreciar justamente essa complexidade. A dica é não beber tudo estupidamente gelado para poder aproveitar todas as notas sensoriais que a cerveja oferece”, afirma.

Professor Luís Celso Jr.: As cervejas escuras carregam a fama de que são doces. Acontece que nem todas elas têm essa característica. Na verdade, é uma minoria. Quem explica me-lhor isso é o professor do Instituto da Cerveja, sommelier de cervejas, mestre em estilos e jornalista do blog BarDoCelso.com, Luís Celso Jr. “As cervejas escuras regularmente são feitas com maltes torrados, que dão amargor muito semelhante à torra do café para cerveja. Então, a maioria das cervejas escuras na verdade são mais amargas”, explica. Segundo o professor, é comum ouvir esse tipo de mito porque no Brasil existe uma longa tradição de cervejas escu-ras adocicadas, como os estilos Malzbier e Sweet Stout, por exemplo. “Esses dois estilos se populazarizaram muito no país e viraram referência em termos de cerveja escura. A Malzbier é uma cerveja adocicada por conta do açúcar incluído na cerveja depois de pronta e corante caramelo. Já as Sweet Stout também são adocicadas”, finaliza.

Professora Cilene Saorin: Um dos mitos mais famosos e que as pessoas vivem repetindo por aí, é de que cerveja engorda. Mas será mesmo que é o que realmente acontece? Pensando bem, esse mito tem uma pontinha de verdade. A professora Cilene Saorin, graduada em engenharia de alimentos, mestre cervejeira com graduação na Espanha e sommelier de cer-vejas com formação na Alemanha, explica que pode engordar se consumida em excesso e com alimentos gordurosos.

“Qualquer coisa que a gente pense em colocar boca dentro, se a gente exagera na dose, cor-remos muitos riscos, inclusive de engordar. As pessoas só engordam se elas têm um hábito alimentar equivocado. Cerveja é uma bebida natural e extremamente saudável só que como qualquer outro alimento é preciso ser consumida de forma inteligente, de forma moderada. Outra coisa importante de destacar e que pode engordar, é que depende do que se acom-panha a bebida. É preciso ter a noção na hora de escolher o que você vai comer com a sua cerveja. As pessoas engordam porque têm péssimos hábitos alimentares. Incluindo os volu-mes muito exagerados de cerveja. Mas não só o fato de tomar muita cerveja, mas também de comer muita gordura, de não praticar esportes e de não ter uma vida saudável”, explica.

Ainda bem que temos os professores de cerveja para derrubar todos esses mitos que se criaram ao longo do tempo. Desejamos a eles um Feliz Dia Dos Professores e que continuem nos ensinando cada vez mais sobre a nossa bebida favorita: a cerveja!

Compartilhe