Logo We Love Beer
Curiosidades
Independência ou morte: a cerveja no Brasil na época de Dom Pedro II

Independência ou morte: a cerveja no Brasil na época de Dom Pedro II

A história da Inpendência do Brasil é um dos temas de estudo do currículo escolar. A data ficou marcada para sempre no dia 7 de setembro de 1822. No entanto, vamos ir além na história do país e falar um pouco da história da cerveja, mais precisamente aquela que era consumida nos primórdios da nossa nação.

Como será que era a cerveja nessa época conturbada e ao mesmo tempo de felicidade para os brasileiros? Para responder essa pergunta, precisamos ressaltar fatos históricos que definiram a bebida. No Brasil, a cerveja demorou um pouco para chegar. Foi apenas no século XVII que a Companhia das Índias Orientais junto com os holandeses, tomaram a atitude. Porém, o pessoal da Holanda foi embora daqui e levaram junto quem a gente menos queria partindo, nossa cerveja. A bebida sucumbiu por aproximadamente 150 anos, sendo trazida novamente em terras tupiniquins pela Família Real portuguesa, na época em que eles desembarcaram no Brasil Colônia em 1808.

Alguns anos depois, em 1830, algumas famílias de imigrantes arriscavam produzir suas cervejas de maneira artesanal, mas apenas para consumo próprio. A fabricação do produto era bem complicada na época, pois sofríamos com a escassez de lúpulo e cevada, que vinham da Áustria e Alemanha. O problema era resolvido com outros cereais, como o milho, trigo e arroz, por exemplo. Outra questão que dificultava a fabricação da cerveja era mantê-la refrigerada, afinal de contas estamos em país de clima é tropical e temperaturas elevadas, o que não contribui muito para a cerveja.

É certo que nosso povo comemorou o marco com cervejas inglesas, pelo menos até a década de 70 do século XIX. Isso porque a Inglaterra tinha carta branca quando o assunto era o comércio com Portugal. Estudos indicam que a bebida era da família Ale – cervejas de alta fermentação - e do estilo English Pale Ale , que ainda em desenvolvimento na época. Tratava-se de uma cerveja de cor marrom claro, com forte presença do malte e lúpulos ingleses.

Agora que estamos alimentados de informações sobre como surgiu a cerveja no Brasil e qual era a consumida na época da independência, vamos comemorar a data brindando com a Edelweiss, ideal para momentos históricos, já que possui mais de 530 anos de tradição. A HEINEKEN deseja feliz Dia da Independência a todos os brasileiros. Cheers!

Compartilhe