Logo We Love Beer
Beer Bloguers
O street style de Lucas Penido

O street style de Lucas Penido

Lucas Penido passou mais da metade da vida em Nova Iorque e a adolescência, vivida na cidade, aumentou seu interesse por street style. Interesse esse que começou na infância, em Belo Horizonte, quando admirava os estilos de personagens de filmes pop-clássicos da geração dos anos 1980 e 1990, como Karatê Kid e Os Goonies. Agora, aos 33 anos, Lucas é uma das pessoas mais influentes do cenário da moda de rua graças ao The Hype BR, o maior site brasileiro especializado em estilo de vida do jovem contemporâneo.

Ele criou sozinho o The Hype BR, que começou como um blog há oito anos. Viu que havia uma grande carência de conteúdo em português sobre o tema e investiu na ideia. Hoje o site se tornou uma empresa que gera conteúdo para marcas que desejam se comunicar com o público jovem, sendo administrado por uma equipe grande, dividida em funções editoriais e administrativas. Os números impressionam: mais de 1,5 milhões de acessos mensais, em temas não apenas relacionados à moda, mas também a lifestyle, arte e cultura. Isso para não falar dos acessos ao canal de vídeos no YouTube, chamado THBR TV, e dos planos futuros, que incluem o THBR APP, um aplicativo que lista as lojas mais bacanas para visitar no mundo todo.

Entrevistamos Lucas, que nos contou sobre seus outros projetos relacionados ao mundo da moda e o quão esse assunto também envolve outros meios, como, por exemplo, o universo da cerveja.

Sua notoriedade está ligada ao meio da moda de rua. Qual a importância dela na sua vida e profissão?

É um dos principais pilares dentro do que faço. O mais legal da moda de rua é que ela literalmente não está ligada a um rótulo específico. Você pode usar um tênis ou um sapato que comprou em um brechó, com um acessório de uma marca de luxo e isso é moda de rua.

Se você pudesse definir o seu estilo, qual seria?

Se fosse definir, diria que o meu estilo é “camaleão”. Amo o fato de poder me expressar através do que visto. Então, o que visto varia dependendo de como estou me sentindo naquele dia.

Como foi ser anfitrião do Workshop Series, uma série de bate papos em parceria com a Secretaria de Cultura de São Paulo?

As confraternizações visam unir em um só lugar as principais mentes do cenário. Na primeira edição falamos sobre “A Moda Urbana” e o próximo tema será “Gastronomia e Viagem”, através da perspectiva e de um olhar jovem. O aval da secretaria mostra o quanto o trabalho é sério. Em 2016 levaremos o Workshop Series para outras capitais do Brasil.

A cerveja Desperados apoiou esse projeto. Qual a sua parceria com a marca?

Deu certo, pois a Desperados é a cara do nosso público: jovem, despojada e cool. No que depender de mim, quero que essa parceria dure por muitos anos. Tenho um relacionamento muito bacana com a HEINEKEN, que tem uma equipe sensacional.

Você acha que o público ligado nas tendências da moda urbana é parecido com o consumidor tradicional de cerveja?

Sem dúvida. Não acredito que o consumidor de cerveja seja mais só o estereótipo do “tiozão com aquela barriguinha”. Quem assistir o vídeo que fizemos do Workshop Series, verá que no público que estava na festa, depois do bate-papo, era variado, com todo tipo de pessoa: jovens, uma turma de empresários super cool e um público feminino muito expressivo. Praticamente todo mundo feliz e bebendo a Desperados.

Compartilhe