Logo We Love Beer
SP vista do alto: 6 prédios para quem ama a cidade

SP vista do alto: 6 prédios para quem ama a cidade

Talvez seja realmente impossível ver toda a cidade de São Paulo do topo de um único prédio. Afinal, trata-se de 1,5 milhão de metros quadrados. Mas é possível tentar. A capital paulistana tem vários edifícios que ajudam a enxergar e compreender a cidade de uma forma diferente, de um novo ângulo. E todos tem uma grande história para contar.

O Mirante do Vale é um desses arranha-céus. E, inclusive, é o edifício mais alto de São Paulo com 170 metros de altura e 51 andares. O palco perfeito para a Heineken® promover a 3ª edição do Heineken Up on the Roof. É a primeira vez que o rooftop é aberto à visitação.

Desde o dia 16 de janeiro, os convidados se reúnem na cobertura para a festa com o convite para lançar um novo olhar para a cidade. O tema desse ano é “I (Heart) São Paulo”. Abaixo contamos um pouco mais sobre a história do desse e outros grandes edifícios icônicos da cidade de São Paulo que você pode visitar e fazer o mesmo.

Mirante do Vale

Inaugurado em 1966, o edifício figura entre os 200 mais altos do mundo. Já foi chamado até de Palácio Zarzur Kogan, nome adotado até 1988. Com visão privilegiada em 360º da cidade, o destaque é para a região central, podendo ser avistados os topos dos edifícios Planalto e Martinelli, que receberam as duas primeiras edições do Heineken Up On The Roof. Os viadutos do Chá e Santa Ifigênia são bastante nítidos lá de cima.

Por estar no Vale do Anhangabaú, uma região mais baixa da cidade, muitas pessoas não conhecem o título de mais alto de SP. Para conferir pessoalmente, é só acompanhar a agenda das próximas festas na página do Heineken Up On the Roof [https://www.facebook.com/HeinekenUpOnTheRoof/?fref=ts].

Endereço: Rua Brigadeiro Tobias, 118 (Centro – São Paulo/SP)

Mais informações sobre o Heineken Up On The Roof aqui.

Edifício Itália

Ele já foi o edifício mais alto da cidade e hoje ocupa a honrosa segunda colocação no ranking. Construído em 1956, o Edifício Itália tem 165 metros de altura e 44 andares. Seu ponto mais famoso é a cobertura, na qual está localizado o restaurante Terraço Itália, um dos mais charmosos endereços gastronômicos da cidade com uma deslumbrante visão 360º de São Paulo.

Seu nome vem dos escritórios e Associação Circolo Italiano, que ocupa alguns andares da construção. Fundada em abril de 1911, tinha como sede o terreno onde hoje se localiza o Edifício e representava os interesses da comunidade italiana na cidade. Porém, a Segunda Guerra Mundial paralisou as atividades da entidade e logo depois se determinou a construção de um novo edifício nesse local. Hoje é protegido pelo Patrimônio Histórico.

Endereço: Avenida Ipiranga, 344 (República - São Paulo/SP)

Horário de visitação: de segunda a sexta-feira das 16h00 às 17h00

Telefone: (11) 3256-5574

Site: http://www.edificioitalia.com.br

COPAN

Todos os projetos de Oscar Niemeyer tornam-se referência. Com o COPAN não poderia ser diferente. O edifício pode ser indicado como o mais paulistano de todos por conta da miscigenação de moradores e endereços comerciais que ocupam seus 115 metros de altura e 32 andares. Suas linhas sinuosas e elegantes recortam o céu da região central. Trata-se da maior estrutura de concreto armado do Brasil e o maior edifício residencial da América Latina, com 1.160 apartamentos, com estimados cinco mil residentes. A área comercial possui mais de 70 lojas e já abrigou até um cinema.

O COPAN foi projetado em 1951 por encomenda em razão do IV Centenário da Cidade de São Paulo - celebrado em 1954. A inspiração foi no Rockfeller Center de Nova York e por muito tempo o COPAN representou a imagem da São Paulo Moderna. Passou um tempo em decadência e desde a década de 1990, com a revitalização do Centro, o edifício voltou a atrair a atenção de novos moradores. De tão grandioso e importante, o edifício tem até CEP próprio: 01066-900.

Endereço: Avenida Ipiranga, 200 - Bloco S - Sobreloja (Bela Vista - São Paulo/SP)

Horário de funcionamento para visitação: de segunda a sexta com hora marcada por telefone

Telefone: (11) 3259-5917

Site: www.copansp.com.br

Edificio Martinelli

Cenário escolhido para a 2ª edição do Heineken Up on the Roof, o primeiro arranha-céu do Brasil, o Edifício Martinelli foi construído pelo desejo que o empresário e imigrante italiano Giuseppe Martinelli teve de deixar um legado sólido à cidade.

A construção começou em 1924 e a inauguração foi em 1929. Inicialmente previa apenas 12 andares, mas reza a lenda que a população pediu que o primeiro arranha-céu paulistano fosse mais alto. Com os apelos, dizem, o próprio Giuseppe não se colocou apenas como “fiscal da obra” e passou a ser o responsável pelo projeto arquitetônico - trabalhando até como pedreiro (ofício que ele exerceu em sua juventude na Itália).

Ao atingir 24 andares, a obra foi embargada por não desrespeitar a Lei Municipal. O assunto foi parar nos tribunais e ganhou apelo político. Depois do impasse, uma Comissão aprovou 25 andares. Mas como Giuseppe queria um prédio de 30, construiu no topo sua residência com cinco andares restantes. A entrega final do edifício ocorreu em 1934 com os 30 andares e 130 metros de altura. Até 1947 foi o maior edifício do país.

Como muitos edifícios da região central, sofreu degradações. Foi desapropriado em 1975 e reinaugurado 1979 abrigando Órgãos Municipais e endereços comerciais. Sua vista permite enxergar o Pico do Jaraguá e as antenas da Av. Paulista.

Endereços: Rua São Bento, 397 a 413 / Avenida São João, 11 a 65 / Rua Libero Badaró, 504 a 518

Horários disponíveis para visitação: Segunda a Sexta das 9h30 às 11h30 e das 14h00 às 16h00. Sábados e Domingos as visitas estão suspensas. Agendamento apenas para grupos com mais de 15 pessoas pelo telefone (11) 3104-2477 ou por formulário no site http://www.prediomartinelli.com.br

Edifício Altino Arantes – Banespa

Tido como o “Empire State Paulistano”, o Edifício Altino Arantes é mais conhecido como a “Torre do Banespa”. O arranha-céu começou a ser construído em 1939 e foi entregue em 1947 para dar ainda mais destaque à região central de São Paulo. Na época, ficava no centro também do circuito bancário da cidade e por isso foi escolhido para ser a sede do Banco do Estado de São Paulo. O edifício tem pouco mais de 161 metros de altura, 35 andares e foi tombado pelo Patrimônio Histórico da São Paulo em 2011.

Seu projeto arquitetônico de fato se inspirou no Empire State Building de Nova York, que é um dos mais altos e famosos edifícios do mundo. Foi por quase duas décadas o edifício mais alto da cidade e seu topo permite visão de até 40 km de distância, possibilitando paisagens como a Serra do Mar. A visitação já chegou a ter média de cinco mil pessoas por mês, mas hoje está suspensa por conta de obras de melhoria da sua estrutura interna.

Endereço: Rua João Brícola, 24 (Centro - São Paulo/SP)

Telefone: (11) 3249-7180

Hotel Unique

Fachada com ousadas curvas que sugerem formato de um barco às margens da Avenida Brigadeiro Luís Antônio. Esse é o Hotel Unique, que abriga quase 100 apartamentos e oferece ao público o restaurante Skye no seu topo. E é desse rooftop que se pode ter uma visão especialíssima da região dos Jardins, da Av. Paulista e também do Parque do Ibirapuera. O projeto arquitetônico tem a assinatura de Ruy Ohtake e o edifício foi inaugurado em 2003, sendo o mais moderno dos citados.

Ele não é dos mais altos - foi edificado em uma região com restrições para construção. Mas certamente é um dos mais destacados e charmosos com seus 25 metros de altura.

Restaurante Skye

Endereço: Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 4700 - Hotel Unique - 8º andar (Jardim Paulista - São Paulo/SP)

Telefone: (11) 3055 4702 ou (11) 3055 4700

Site: http://www.hotelunique.com

Compartilhe